5 sintomas de pedra nos rins

O cálculo renal, também conhecido como pedras nos rins,  consiste em uma massa sólida formada por pequenos cristais, que podem ser encontrados tanto nos rins quanto em qualquer outro órgão do trato urinário.

Os rins têm a função de filtrar o sangue. Além de água para formar a urina, eles retêm diversos elementos, como cálcio, ácido úrico e oxalato. Porém, quando essas moléculas aparecem em grande quantidade e há pouco líquido para dissolvê-las, surgem cristais ou agregados que se avolumam e viram as pedras, variando de tamanho e podendo chegar até 2,5 centímetros. Por esse motivo, quando o corpo tenta “expulsar” as pedras, a dor é tão intensa.

Os principais fatores que causam as pedras nos rins são:

  • Falta de ingestão de líquidos diariamente
  • Histórico familiar
  • Homens acima de 40 anos
  • Má alimentação
  • Obesidade

Para que o cálculo renal seja descoberto e tratado antes das dores, fique de olho nos seguintes sintomas:

  1. Vontade de urinar frequentemente
  2. Dor ao urinar
  3. Dor nas costas e na região lombar
  4. Náuseas e vômitos
  5. Urina avermelhada ou marrom

Como prevenir as pedras nos rins?

A primeira recomendação é tomar bastante líquido diariamente. Perceba a cor da urina, quanto mais clara é sinal que a quantidade de líquido ingerida está de acordo com seu organismo.

Evite alimentos embutidos e o excesso de sal, pois, além de estar relacionado à hipertensão e a doenças cardiovasculares, esse mineral também está entre os fatores causadores das pedras nos rins.

Pratique exercícios e mantenha uma vida saudável. Além de evitar as pedras nos rins, você também evitará outras doenças que podem ser ocasionadas pela má alimentação e sedentarismo.

Qual o tratamento adequado para pedras nos rins?

Assim que a crise renal começar, você deve procurar um médico urologista com urgência para dar início ao tratamento. Ele irá indicar remédios para aliviar as dores e também ajudar a eliminar as pedras.

Em casos mais graves, quando o cálculo é muito grande a ponto do corpo não conseguir expelir sozinho,  pode ser necessária cirurgia ou tratamento a laser para facilitar sua saída.

Para acompanhar se as pedras nos rins estão a sendo eliminadas e se não existe formação de novas pedras é importante fazer exames, que são indicados pelo urologista, como a tomografia computadorizada, raio-x, exame de sangue e de exame de urina.