Cirurgia de enucleação da próstata a laser

Um novo procedimento cirúrgico a laser, minimamente invasivo, vem sendo utilizado para tratar a próstata aumentada (Hiperplasia Prostática Benigna – HPB).

Chamado de “enucleação de próstata a laser” esse método permite uma cirurgia menos agressiva, menos sangramento e recuperação mais rápida dos homens, conforme explica o Dr. André Matos de Oliveira, urologista do Instituto Mário de Abreu e membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

O crescimento da próstata é um fenômeno fisiológico que atinge cerca de 25% dos homens acima de 50 anos, sendo que sua incidência pode chegar a 90% entre homens com mais de 80 anos.

O crescimento da glândula é um processo considerado natural do envelhecimento, contudo alguns casos exigem tratamento.. “Como o canal uretral passa pelo meio da próstata, o aumento do órgão pode ocasionar problemas ou desconfortos urinários, atrapalhando o dia-a-dia de alguns homens” esclarece Oliveira.

Sintomas que podem ocorrer  são: jato urinário fino e fraco, ardência ao urinar, sensação resíduo de urina após terminar a micção, necessidade de levantar várias vezes durante a noite para urinar, entre outros.

Tratamentos para a próstata aumentada

Uma das formas de tratar o aumento da próstata é via medicação oral. No entanto, quando o uso do medicamento não é efetivo ou quando há algum impedimento para sua administração, a cirurgia pode ser indicada para que seja feita a devida redução da glândula.

O procedimento cirúrgico mais comum é a ressecção transuretral de próstata, chamado de RTU. “É como se fosse uma raspagem da próstata” explica Dr. André Matos de Oliveira. A cirurgia Realizada sob anestesia, por meio de um endoscópio introduzido pelo canal urinário (uretra).

Enucleação de próstata a laser é opção menos agressiva para próstata aumentada

Como a RTU apresenta algumas limitações, como a de tempo cirúrgico e uma remoção incompleta da área obstrutiva, uma nova técnica, ainda menos agressiva e mais eficaz, vem sendo indicada para o tratamento deste problema benigno.

Por meio da enucleação de próstata a laser é possível retirar uma maior quantidade do tecido adenomatoso prostático. O excesso de tecido removido da próstata é levado à bexiga, onde é triturado e aspirado para fora do organismo. “Essa técnica causa menos sangramento, reduz o tempo de internação e possibilita uma recuperação pós-operatória mais rápida” diz o urologista do Instituto Mário de Abreu.

Vale ressaltar que, mesmo sendo benigna (não relacionada ao câncer de próstata), se não for tratada corretamente, em alguns casos a próstata aumentada pode causar complicações como a deterioração da função da bexiga, afetando com isso a qualidade de vida dos homens.

Sendo assim, a recomendação é que os homens a partir dos 40 anos façam consultas regulares ao urologista e fiquem atentos aos sintomas.  

Agora você pode agendar sua consulta online através deste link!

 

Leia também:  Urologista ou proctologista: com quem devo me consultar?