Prevenção não tira férias: cuidados urológicos no verão

cuidados urologia no verao

Chegaram as tão sonhadas e merecidas férias! É hora de aproveitar, viajar, curtir muito sol, piscina, mar, churrasco, biquínis e sungas molhadas, infecção urinária…

“Mas espera aí. Infecção urinária?”

Pois é. Nessa época do ano, as infecções urinárias são muito comuns e se você é mulher, precisa se preocupar ainda com infecções ginecológicas como candidíase e outras vaginoses. Mas é sim possível aproveitar só as vantagens do verão! Basta tomar os cuidados necessários. Veja quais são os cuidados urológicos e ginecológicos que você deve tomar no verão:

Cuidados ginecológicos no verão:

Uma cena que se repete várias vezes durante as férias: a família vai de manhã para a praia, toma banho de mar, brinca na areia, volta para o clube e toma um banho de piscina para tirar o sal do mar, depois passa em um restaurante para almoçar e por fim, volta para casa. Só então é hora de tirar o biquíni que molhou e secou pelo menos duas vezes durante o dia. A diversão nesse caso não é só para a família, mas também para os fungos e bactérias: ambientes molhados são ideais para a proliferação destes microorganismos. Uma receita quase infalível para uma crise de candidíase. Por isso é tão importante ter certos cuidados ginecológicos durante o verão.

O principal cuidado é não passar muito tempo com roupas úmidas. Isso significa trocar de biquini sempre que sair do mar ou na piscina. Mulheres precisam tomar cuidados extras, afinal, as infecções urinárias também acontecem com mais frequência entre elas, já que o canal uretral feminino é mais curto e mais próximo da bexiga.

Outras dicas úteis que são úteis para as mulheres evitarem esses incômodos no verão:

  • Evitar o uso de calcinhas de tecidos sintéticos: sempre dê preferência ao algodão.
  • Preferir sabonetes neutros e sem cheiros para a higiene da região íntima.
  • Não fazer depilação no mesmo dia de ir à praia ou à piscina. Essa prática causa micro lesões na pele, que fica sensível e mais suscetível a contaminações.

Caso você comece a sentir coceira, corrimento com cheiro forte, vermelhidão, e dores durante as relações sexuais, é hora de procurar um médico. Esses são os sintomas das vaginoses mais comuns que, se não forem tratadas, podem chegar a evoluir para casos mais graves, como doenças inflamatórias pélvicas.

 

Cuidados urológicos no verão:

Como já citado anteriormente, a grande vilã do verão para homens e mulheres é a infecção urinária. Isso se dá por diversos motivos: o primeiro deles é que, com o calor intenso, o corpo transpira muito mais, levando à desidratação que faz com que a urina fique mais concentrada. E com a urina mais concentrada, aumentam as chances do corpo desenvolver pedras nos rins. Esse problema também pode ser resolvido bem facilmente: é só tomar muita, mas muita água! Ah, e os homens também não devem ficar com a sunga molhada por muito tempo. As infecções urinárias ocorrem também por causa de fungos e bactérias que se desenvolvem em ambientes úmidos. Por isso, os homens também precisam ficar atentos nisso.

Quer saber mais sobre a urologia? Assista ao vídeo dr. Dilermando Pereira de Almeida Neto, da equipe do Instituto Mário de Abreu.

Caso você comece a sentir ardência para fazer xixi, dor no baixo ventre, alteração na cor e cheiro da urina, além de sensação de estar sempre com a bexiga cheia, significa que você está com uma infecção urinária. É hora de buscar tratamento, pois uma infecção urinária mal cuidada pode evoluir para doenças mais sérias caso a infecção chegue aos rins. Não deixe de se cuidar, mas caso aconteça, procure imediatamente um médico de sua confiança. O Instituto Mário de Abreu conta com uma equipe de urologistas especializados. Marque sua consulta no número (41) 3232-1262.