Fissura Anal

Pacientes com fissura anal apresentam dor severa e por vezes sangramento às evacuações. No caso das fissuras agudas, a grande maioria dos pacientes se beneficiam com o tratamento clínico medicamentoso, porém, nos casos das fissuras crônicas, mesmo com o tratamento clínico adequado, cerca de 50% dos pacientes vão necessitar de cirurgia.

Qual é o tratamento para fissura anal?

A avaliação fisiológica das pressões dos músculos do ânus pode ser essencial para o sucesso do tratamento cirúrgico (Fissurectomia ou Esfincterotomia) ou clínico. Atualmente, é possível obter altos índices de cura com a cirurgia sem a necessidade de Esfincterotomia, ou seja, sem lesão ao mecanismo de continência, evitando assim problemas futuros. Consulte o proctologista e tire suas dúvidas.