Novembro Azul: a prevenção é o melhor remédio contra o câncer de próstata

A endoscopia no diagnóstico da cirrose

Os números não mentem: segundo o IBGE, as mulheres brasileiras vivem, em média, cerca de sete anos a mais que os homens (79,1 vs 71,9 anos). Uma das explicações mais prováveis é que as mulheres se cuidam muito mais do que os homens quando o assunto é saúde. Mulheres vão ao médico e fazem exames anualmente, enquanto a maioria dos homens não o faz. Por isso, o Novembro Azul é tão importante. O Novembro Azul alerta para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata, buscando desmistificar o exame de toque entre os homens, que segue sendo o método mais eficaz de prevenção.

E nem só de câncer de próstata se faz o Novembro Azul. A campanha também serve para alertar sobre os riscos do câncer de testículo e das doenças sexualmente transmissíveis, incentivando a realização de exames preventivos e check-ups. Saiba mais sobre o Novembro Azul aqui. (http://www.institutomariodeabreu.com.br/novembro-azul-cancer-de-prostata/)

O Novembro Azul é para você que acha que não precisa se preocupar com o câncer de próstata

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer que mais ocorre entre os homens (em primeiro lugar está o câncer de pele não-melanoma). O câncer de próstata causa a morte de um homem a cada 38 minutos no Brasil, também segundo dados do INCA. Já deu para perceber que não é uma doença com a qual se possa brincar, não é mesmo?

Sintomas e fatores de risco do câncer de próstata

O câncer de próstata é perigoso e também silencioso. Quando os primeiros sintomas começam a aparecer, 95% dos casos já estão em estágio avançado. Por isso, não dá para esperar pelos sintomas, é preciso se prevenir e fazer o exame de toque anualmente. Os sintomas são: dor nos ossos e ao urinar, presença de sangue na urina e também no sêmen e vontade frequente de ir ao banheiro.

Alguns fatores são considerados como agravantes quanto ao risco de se desenvolver o câncer de próstata. Por exemplo: homens com histórico de câncer de próstata na família, homens negros e homens obesos devem ter a atenção redobrada.

 

O Novembro Azul é para você que tem medo de fazer o exame de toque

Não tem como fugir: só há um jeito de garantir a cura do câncer de próstata e é com o diagnóstico precoce. E não há outro jeito de ter o diagnóstico precoce: é preciso fazer o exame de toque. Se você faz parte do grupo de risco, ou seja, homens a partir dos 45 anos que apresentem fatores de risco ou se você já completou 50 anos, será preciso fazer o exame de toque anualmente. O exame PSA, ou antígeno prostático específico, deve ser combinado ao exame de toque para um diagnóstico mais preciso.

O exame de toque é rápido e não dói. Apesar disso, cerca de dois terços dos homens brasileiros ainda se recusam a fazê-lo. Por isso é fundamental conversar com os seus amigos e familiares buscando conscientizá-los da importância desse exame e desfazer os mitos e preconceitos em torno dele. A combinação do exame de toque + PSA consegue diagnosticar mais de 80% dos casos de câncer de próstata.

 

O Novembro Azul é para você que sabe que se cuidar não tem idade

Se você tem entre 20 e 45 anos ainda não está na idade de risco para o câncer de próstata. Mas os mais jovens podem e devem aproveitar o Novembro Azul para fazer os seus exames preventivos contra DSTs e também para se informar sobre o câncer de testículo, que pode surgir em homens a partir dos 20 anos de idade.

Faça o seu check-up em uma clínica especializada como o Instituto Mário de Abreu. Marque já a sua consulta com um de nossos especialistas pelo número (41) 3232-1262. Se você ainda tiver alguma dúvida sobre esse tema, veja o nosso site Especial sobre o Novembro Azul. http://www.institutomariodeabreu.com.br/novembro-azul-cancer-de-prostata/