Entenda o que é urodinâmica e como ela pode te ajudar

urodinâmica

A urologia chama de exame urodinâmico ou urodinâmica o estudo que avalia todas as fases do ciclo urinário, ou seja, que analisa como o sistema urinário está realizando o seu trabalho de produção, transporte, retenção e excreção de urina no corpo humano. Assim, a urodinâmica pode ajudar a dar um diagnóstico preciso de qualquer tipo de alteração nesse sistema. Saiba mais a seguir:

 

Entenda o que é urodinâmica:

De acordo com o Dr. Dilermando Neto, especialista em urologia no Instituto Mário de Abreu, a urodinâmica é o estudo do ciclo urinário, a partir do monitoramento tanto da fase de esvaziamento quanto da fase de armazenamento. Com esse exame, é possível analisar o funcionamento do sistema urinário do paciente a partir de dados como a quantidade de urina que o corpo produziu, excretou ou reteu, o tempo de produção da urina no corpo, a pressão e o volume das vias urinárias, dentre outros fatores. “A urodinâmica é um exame fundamental por ser capaz de analisar de onde vem o problema: se tem origem na bexiga, no esfíncter, ou em outro órgão do sistema urinário”, afirma o Dr. Dilermando Neto.

 

Veja quem precisa fazer uma urodinâmica:

De acordo com o urologista Dr. Dilermando, a urodinâmica é indicada para quem precisa fazer um exame mais aprofundado, seja homem ou mulher: “A urodinâmica é recomendada especialmente para quem já teve um diagnóstico inicial, faz o tratamento e não percebe uma melhora. Logo, é necessário refinar esse diagnóstico”, conclui.

A urodinâmica é prescrita também para casos de incontinência urinária, de indicação cirúrgica, bexiga hiperativa ou ainda quando o quadro clínico não condiz com os sintomas que o paciente descreve. Esse caso é mais comum do que se imagina, como explica Dr. Dilermando: “Os sintomas descritos pelo paciente nem sempre são boas testemunhas da real patologia que ele tem. Isso acontece porque a bexiga é um órgão que se expressa de forma igual para patologias diferentes. Por exemplo: uma pessoa que tem um tumor de bexiga vai ter ardência para urinar e sangue na urina, que são os mesmos sintomas de uma infecção urinária, por exemplo”.

A urodinâmica serve então para diferenciar com precisão as causas desses sintomas, explicando o que está realmente acontecendo com o paciente. Ainda segundo o especialista em urologia do Instituto Mário de Abreu, Dr. Dilermando Neto, muitos pacientes acreditam que urinam bem porque urinam a todo instante. Contudo, urinar muitas vezes pode ser justamente um sintoma de que algo não vai bem.

É importante ressaltar que nem sempre é preciso fazer uma urodinâmica. Apesar de ser um exame fundamental para muitos casos, existem outras formas de avaliar a dinâmica da urina, como ultrassonografia, diário miccional, exame de urina, dentre outros exames mais convencionais. Somente quando há a necessidade de um diagnóstico mais refinado é que entra a necessidade da urodinâmica.

 

Descubra como é feita a urodinâmica:

A urodinâmica é feita através de uma série de exames, como urofluxometria, cistometria, estudo miccional, relação fluxo/pressão, perfil uretral e eletromiografia). A duração da urodinâmica é de 30 a 40 minutos, exceto em crianças menores de 10 anos, quando o exame pode demorar um pouco mais. O exame não exige nenhum preparo prévio ou suspensão de medicamentos, mas a depender dos sintomas, alguns pedidos especiais podem ser feitos pelo seu médico (como chegar de bexiga cheia ou vazia, por exemplo).

 

Agora que você sabe tudo sobre a urodinâmica, converse com seu urologista! Se você ainda não tem um, entre em contato com o Instituto Mário de Abreu, que conta com uma equipe de urologistas especializados em cuidar de você. Marque sua consulta pelo número (41) 3232-1262.