pHmetria

O exame de pHmetria de 24h é o principal exame para o diagnóstico da Doença do Refluxo Gastroesofágico.

O paciente permanece durante aproximadamente 24h com um sensor no esôfago que e sensível as variações do pH (acidez) do esôfago. Quando um episódio de refluxo gastroesofágico ocorre, a queda do pH intraesofágico é detectada pelo sensor e registrada em um gravador.

Após o término do exame, o número de ocorrências de refluxo e sua duração são determinadas. Com essas informações, o médico pode dizer se o paciente tem ou não refluxo anormal (doença do refluxo gastroesofágico). Além disso, é possível determinar se um determinado sintoma (pirose, tosse, dor no peito e outros) são decorrentes de refluxo ácido.

Os dados fornecidos pelo exame da pHmetria esofágica são utilizados por diversas especialidades, dentre elas a Gastroenterologia, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Medicina Interna (Clínica Médica), Pediatria, Pneumologia, Cardiologia, Otorrinolaringologia, Dermatologia e Geriatria.

Indicações para a realização da pHmetria

Suspeita clínica de DRGE (doença do refluxo gastroesofágico);
Auxiliar na seleção do tratamento da DRGE (medicamentoso ou cirúrgico);
Avaliar pacientes após cirurgia antirrefluxo e persistência de sintomas;
Auxílio diagnóstico em casos selecionados de rouquidão ou tosse crônica;
Dor torácica de origem não cardíaca após avaliação do médico cardiologista;
Detectar DRGE em pacientes com doenças pulmonares (tais como asma e fibrose cística);
Outras indicações a critério médico.

pHmetria