Síndrome do Intestino Irritável

A Síndrome do Intestino Irritável, ou SII, é um problema que afeta basicamente o cólon (intestino grosso). SII é uma síndrome, pois é capaz de causar diversos sintomas: dor abdominal, cólicas, estufamento (gases), diarreia e constipação. SII não é uma doença! É uma desordem funcional, o que significa que o intestino não funciona como deveria; não causa danos ao intestino ou predispõe a outras doenças. Na SII, os nervos e músculos do intestino são ultrassensíveis. Por exemplo, os músculos podem contrair demais quando você se alimenta causando cólicas e diarreia durante ou logo após a alimentação. Ou os nervos da parede intestinal podem ser muito sensíveis à distensão do cólon (por gases, por exemplo), resultando em cólicas e dores abdominais.

SII

Stress emocional não leva a pessoa a desenvolver SII. Mas se você já tem Síndrome do Intestino Irritável, o stress pode desencadear os sintomas. De fato, o intestino pode reagir a vários diferentes estímulos, incluindo alimentos, exercícios e hormônios.

Quais são os requisitos para diagnosticar a Síndrome do Intestino Irritável?

Antes de se fazer o diagnóstico de Síndrome do Intestino Irritável, é preciso ter certeza que os sintomas não são causados por outras doenças intestinais (Câncer Colorretal e Doença Inflamatória Intestinal, por exemplo).

A Síndrome do Intestino Irritável não tem cura, mas é possível controlar os sintomas. O tratamento geralmente envolve alterações nos hábitos alimentares, medicações e alívio do stress. Alguns alimentos podem piorar os sintomas na SII: alimentos gordurosos, leite e derivados, chocolate e cafeína devem ser evitados. Outros alimentos podem aliviar os sintomas como as frutas, vegetais e cereais. Para saber quais os tipos de alimentos não fazem bem a você é importante controlar o que você comeu durante o dia; quais os sintomas você teve; quando os sintomas apareceram, etc. Quando necessário, algumas drogas podem ajudar no tratamento: antiespasmódicos, antidepressivos e drogas específicas no controle da SII são recomendadas para cada caso.